quinta-feira, 14 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 3,5/5                                      EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA  ISBN: 9788501110930                               GÊNERO: ROMANCE                                    PUBLICAÇÃO: 2017                                    PÁGINAS: 406                                             SKOOB

Ao contrário do que a capa enigmática pode sugerir, Treze é um romance divertido e até um pouco clichê de uma das autoras nacionais que eu mais gosto: FML Pepper. Confesso que foi por conta da autora e principalmente da capa que me interessei pelo livro, mas acabou que a história não era nada do que eu esperava.

Rebeca é uma jovem cética, que não acredita nem no amor, nem na fé, nem em emoções. Para ela a vida não é nada além de lógica e estatísticas, e quem os domina tem tudo sob controle. Sendo uma jovem inteligente e conhecendo as estatísticas, ela tem como certo que nada pode dar errado no roubo que realizará com sua mãe, o maior da vida delas. Então, quando sai para uma noite de despedida com sua amiga, para uma cartomante na noite anterior ao roubo e simplesmente não acredita em nada do que a mulher prevê para sua vida. Seria impossível a vida dela virar de cabeça para baixo como ela previu e o amor da vida dela ser o 13º namorado. Qual não é a surpresa dela quando o roubo realmente vai por água a baixo e Rebeca tem que reconstruir a vida.

A mãe dela acaba indo parar na cadeia e Rebeca, por meio de um acordo, consegue uma segunda chance. É assim que ela vai parar em Minas Gerais para fazer faculdade com sua amiga Suzy, longe de todo seu passado criminoso. É lá também que ela fica indecisa entre dois homens que, segundo a cartomante, se encaixam no perfil do amor da sua vida.

Karl já foi um famoso lutador de MMA, mas sua vida também sofre uma reviravolta quando descobre um coágulo inoperável no cérebro e com ele acaba perdendo tudo: a carreira, os amigos, o dinheiro. Por isso, ele abandona tudo para se esconder e começar uma vida tranquila, longe da agressividade a que estava acostumado e que poderia estourar o coágulo. E tranquila deveria significar longe de Rebeca, a garota mais linda e mais encrenqueira que ele já conheceu. 

Confesso que é um tanto divertido acompanhar Rebeca, com todo seu ceticismo, se ver às voltas com uma profecia de cartomante. É um longo trajeto que a protagonista percorre entre ser a menina que não acredita em nada e uma que aceita que a vida é permeada de emoções e que as nossas decisões é que fazem nosso destino.  O romance entre os dois protagonistas se desenvolve devagar – digamos que há um certo conflito interno que os impede de ver que são perfeitos um pro outro – mas de forma sólida. Na verdade, é bem clichê o modo como eles se envolvem, e as reviravoltas da trama passam a ser bem previsíveis.

Meu problema com o livro não é nem o fato de ser clichê ou previsível, mas o fato de ter sentido que alguns pontos da trama poderiam ter sido melhor explorados. Além disso, confesso que esperava que houvesse um pouco mais de misticismo, de sobrenatural, de ação, mas o fato é que o livro é um grande romance clichê, bem divertido e com protagonistas ótimos, mas só isso.

A narrativa da autora é realmente ótima, a escrita é objetiva e envolvente, de maneira que a leitura foi bem rápida. O romance é de fato bem leve e divertido e os protagonistas são bem trabalhados ao longo da trama. Os dois têm um grande amadurecimento no decorrer da história, que é bem notável no final do livro. Além disso, a história é ágil e tem algo de revelações e ação mais pro fim do livro.

De um modo geral, mesmo não tendo sido exatamente o que eu esperava e ter deixado a desejar em alguns pontos, Treze é um romance muito gostoso de ler. Os personagens são cativantes, bem desenvolvidos e perfeitos um para o outro. O relacionamento entre eles é sólido e construído aos poucos, dando mais veracidade aos sentimentos. A leitura é envolvente e, para quem lê sabendo o que esperar, muito agradável.

Sobre o autor
Larissa Gaigher Larissa Gaigher, 19 anos (12/06) – Rio de Janeiro Estudante de administração e química, leitora ávida e blogueira por paixão. Embarcou no mundo da literatura quando tinha 10 anos e nunca mais saiu de lá. Apaixonada também por música, séries e filmes. É uma geminiana típica, sempre faz muitas coisas ao mesmo tempo e muda de ideia várias vezes, tanto que não consegue definir um gênero favorito. Carioca da gema, tem 19 anos, adora uma boa praia, muita comida e diversão.


Deixe uma resposta

    Comentários no Facebook