escola-noturna-capa-suma

AVALIAÇÃO: 3,5/5             EDITORA: SUMA DAS LETRAS,CORTESIA                   ISBN: 9788581052595       GÊNERO: FANTASIA, JOVEM ADULTO PUBLICAÇÃO: 2014          PÁGINAS: 336                          SKOOB

Escola noturna é o primeiro volume de uma série de cinco livros (no Brasil, só dois por enquanto), que narra a história de Allie, uma jovem rebelde que vive se metendo em problemas e, após a última encrenca que arrumou, é mandada pelos pais como castigo para o internato, a Escola Cimmeria. Logo que chega lá ela percebe que o ambiente é diferente de tudo a que ela está acostumada: não há qualquer contato com o mundo tecnológico – celular ou televisões não são permitidos – e todos os alunos parecem fazer parte de uma família rica, com boa reputação e fama – o que não é o caso dela e faz com que se sinta um peixe fora d’água.

Além de todo esse estranhamento, há o fato de que a escola parece exalar mistério. Todo mundo parece esconder alguma coisa e nada é o que parece nesse lugar. Grande parte do suspense está concentrado no mistério que é a Escola Noturna. Poucas pessoas fazem parte do grupo que frequenta essas aulas, e algumas partes do colégio são permitidas somente a eles. Mas o que será que esses alunos fazem lá? A curiosidade desperta em Allie, mas é só quando um assassinato ocorre de maneira cruel e misteriosa que ela decide efetivamente ir atrás de respostas concretas.

Escola Noturna é um livro com um clima muito bom de suspense e mistério. Desde o começo – eu diria até desde a sinopse – a autora cria esse clima de tensão e, surpreendentemente, consegue mantê-lo até o final, fisgando o leitor pela curiosidade a cerca dos segredos guardados pela história – embora o desfecho em si não seja lá tão inesperado. A primeira coisa a se dizer é que o livro não é sobrenatural. Sim, eu também achei que seria, mas fui belamente enganada, rs. Mesmo assim, gostei bastante do clima que a autora desenvolve ao longo da história. A única coisa que é levemente frustrante é o fato de que toda essa tensão criada é mal aproveitada em um desfecho meio previsível e clichê. Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: SUMA DAS LETRAS,CORTESIA ISBN: 9788556510129 GÊNERO: FICÇÃO CIENTÍFICA PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 310 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: SUMA DAS LETRAS,CORTESIA
ISBN: 9788556510129
GÊNERO: FANTASIA, FICÇÃO CIENTÍFICA
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 310
SKOOB

Escrito pelo autor Sylvain Neuvel e publicado no Brasil pela Suma das letras, o livro Gigantes adormecidos vai nos contar a história da cientista Rose Franklin, uma mulher que na infância teve uma experiência um tanto quanto peculiar, e agora está a frente de uma equipe que está prestes a fazer incríveis descobertas.

Quando tinha apenas 11 anos de idade, Rose, após sair para dar uma volta de bicicleta, acabou caindo em um buraco, e quando os bombeiros chegaram para resgatá-la, acabaram se deparando com uma cena muito estranha. A garota estava deitada em cima de uma gigantesca mão de ferro. O acontecido instigou as autoridades locais que nunca conseguiram descobrir de fato do que se tratava o artefato, e agora, 17 anos depois, cabe a Rose (que agora é uma cientista sênior) estudar e entender do que se trata essa mão gigantesca.

Mas logo Rose descobre que essa mão faz parte de um corpo gigante, já que outras partes do corpo são encontradas espalhadas pelo mundo. Com o aval e investimentos do governo, ela reúne uma equipe de profissionais que a ajudarão a reunir todas as partes e descobrir para que serve esse corpo e como ele veio parar na Terra, já que claramente parece ser um robô alienígena gigante.

Essa é a trama inicial de Gigantes adormecidos. Somos introduzidos na história acreditando que ela nos reserva uma aventura cheia de alienígenas dignas daqueles filmes da sessão da tarde (Ok, pelo menos foi o que eu esperava da história). Mas essa expectativa de uma aventura alienígena logo cai por terra, o livro foca muito mais na teoria e na parte científica do que na ação, e os alienígenas infelizmente não dão o ar de sua graça.

Continue lendo »


Avaliação: 5/5 Editora: Arqueiro, Cortesia ISBN: 9788580415933 Gênero: Romance Publicação: 2016 Páginas: 512 Skoob

Avaliação: 5/5
Editora: Arqueiro, Cortesia
ISBN: 9788580415933
Gênero: Romance, Romance de época
Publicação: 2016
Páginas: 512
Skoob

Quem gosta do gênero romance, não pode deixar de ler a autora Lucinda Riley. Ela tem o dom de construir histórias maravilhosas, misturando presente e passado e entrelaçando caminhos. Seus livros geralmente possuem bastante páginas, mas a leitura flui tão bem que em poucos dias você termina e ainda fica pedindo por mais, de tanto que os personagens cativam e a história é envolvente. Ainda não li tantas de suas obras, mas sou completamente apaixonada pela série As sete irmãs. Em cada livro, a autora conta a história de uma das irmãs, que foram adotadas por Pa Salt e cada uma recebeu o nome de uma plêiade.

Logo no início de cada livro, a autora mostra como cada uma recebe a notícia da morte do pai. Como uma despedida, ele deixa uma carta para cada filha dando pistas de suas origens e as coordenadas de onde foram adotadas. No primeiro livro, conhecemos a história de Maia, que foi até o Rio de Janeiro em busca de seus antepassados. No segundo, somos apresentados a Ally, que foi levada até a Noruega. Agora, em A irmã da sombra, acompanhamos a incrível jornada de Astérope D’Aplièse, apelidada de Estrela.

Estrela sempre foi muito grudada à sua irmã Ceci. Juntas, elas seguiam todos os passos e não se separavam. Enquanto Ceci é bastante evasiva e falante, Estrela é enigmática e introspectiva, sempre ficando à sombra da irmã. Essa forte ligação preocupava os familiares, que achavam que Estrela devia seguir seu próprio caminho. Agora, as duas estão em Londres, mas Estrela não se sente confortável na casa que a irmã comprou  e acha que precisa trilhar uma nova jornada. Assim, decide ir em busca de suas origens.

A pista que Pa Salt deixa para ela não a leva muito longe. O primeiro lugar que ela deve procurar é uma pequena livraria em Londres. Lá, ela conhece um pouco da história de Flora MacNichol, que viveu há mais de cem anos, e descobre que sua história pode estar ligada a essa família. Flora morou na bucólica região de Lake District e tinha uma grande paixão por animais e pelos jardins da propriedade de sua família. Deixada sempre de lado em detrimento da irmã, ela vive uma grande paixão mas coloca sua felicidade de lado para fazer o que considera ser o certo. Suas escolhas fazem com que ela trilhe um caminho completamente diferente do que imaginava, cercado de escândalos e o glamour da sociedade londrina da época. Continue lendo »


Janeiro chegou e junto dele o novo ano. Novas músicas estão previstas, dentre elas comebacks de grandes estrelas e cantores que estão despontando nas paradas. Como dezembro não teve muitos lançamentos e alguns já apareceram na outra coluna, decidi fazer esta postagem relembrando alguns clipes e músicas favoritas que foram lançados ao longo do ano que terminou. Teve muita coisa boa e trouxe apenas alguns exemplos!

Formation – Beyoncé

O grande destaque sem sombra de dúvidas foi Beyoncé. A cantora lançou seu álbum “Lemonade“, elevando o patamar da música pop a outro nível. Com uma pegada política e mais reflexiva, ela repetiu o feito do álbum anterior e lançou uma espécie de filme com todas as músicas, como se realmente contasse a história. O abre-alas disso tudo foi Formation, que teve uma perfomance pra lá de comentada no Super Bowl. Destaque pra Freedom, 6 Inch e Daddy Lessons.

Continue lendo »

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA ISBN:9788501105790 GÊNERO: JUVENIL, HQ, CLÁSSICO PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 216 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501105790 GÊNERO: HQ, CLÁSSICO, JUVENIL PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 216 SKOOB

Foi com muito receio e empolgação que recebi o livro da Galera Record para avaliação. Sempre tive vontade de ler Shakespeare, mas faltava colocar essa vontade em prática. Porém minhas preocupações tinham fundamento, como fazer uma boa avaliação de uma adaptação para mangá de um clássico de peso como Macbeth sem antes conhecer a história original? Nas bibliotecas que tenho acesso, encontrei apenas adaptações, mesmo assim não deixei de ler.

A edição da Galera Record está excelente e faz parte da “Coleção Mangá Shakespeare“, lançada em 2011, essa é a sexta obra adaptada. Acredito que em breve teremos outras adaptações, já que a coleção original lançada em inglês possui mais oito outros títulos, todas escritas por Richard Appignanesi, que manteve o texto praticamente original, porém abreviado, ou seja, em alto nível, bastante pomposo e rebuscado, permitindo assim o destaque em cenas chaves. Damos os créditos também para o tradutor Alexei Bueno.

É impactante ver uma história tão antiga, mostrada em quadrinhos numa versão moderna e extremamente atraente não só para a galerinha adolescente. Ninguém poderia imaginar, transformar um ambicioso rei medieval num guerreiro samurai que vive num mundo pós atômico dominado por mutantes. As ilustrações são de Robert Deas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501105875 GÊNERO: FANTASIA, ROMANCE, JOVEM ADULTO PUBLICAÇÃO: 2015 PÁGINAS: 434 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501076601
GÊNERO: FANTASIA, ROMANCE, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 658
SKOOB

Nesta eletrizante sequência, Feyre se vê num dilema mortal, inicialmente ela fazia parte da Corte Primaveril, mas atualmente, após o pacto selado com o Grão-Senhor da Corte Noturna, ela deve dividir-se entre uma corte e outra.

Preste a casar-se com Tamlin, Feyre sente-se sufocada e aprisionada ao seu lado, o rumo dos acontecimentos anteriores mudou tudo, Tam não é mais o mesmo. Agora, ele age compulsivamente, Feyre torna-se seu novo bichinho de estimação, ele decide absolutamente tudo a seu respeito.

Algo mudou drasticamente, Feyre não é mais humana, ela ainda mantém seu coração, mas seu corpo e alma foram dilacerados e reconstruídos com a junção dos poderes dos setes Grãos-Senhores.

Feyre perdeu o sentido de sua existência quando se sacrificou por Tamlin e toda a Prythian. Logo que foi resgatada por Rhysand no altar, porém aos olhos de Tam e os demais, ela é cativa de Rhys. Na Corte Noturna, ela é livre e sua opinião é respeitada. De um jeito errado, Feyre se vê num local mais parecido consigo própria.

Uma semana é um tempo curto, no entanto precioso, o que alterou toda uma concepção pré-estabelecida. Feyre compartilha segredos com Rhys e não deve revelá-los a ninguém.

Como já mencionado, as aparências enganam. Não há exatamente personagens bons ou maus, mas as escolhas tomadas decidirão o destino de cada um. Feyre está devastada por todas as mortes que causou, mesmo que tenha salvado tantas vidas. Desta vez, ela está determinada a controlar seus novos poderes e proteger aqueles que ama.

Enquanto Tam se rende ao seu lado sombrio, Rhysand mostra outra face de sua personalidade. Temido e odiado por seus atos do passado, ele causou muita destruição ao vingar-se de seus inimigos pela morte de seus entes queridos e endureceu-se para salvar a outros. Rhys é brutal e impiedoso com quem atravessa seu caminho. Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 4,5/5 EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501076250 GÊNERO: NEW ADULT, ROMANCE, JOVEM ADULTO PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 352 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501105875
GÊNERO: FANTASIA, ROMANCE, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2015
PÁGINAS: 434
SKOOB

Seguindo a tendência do YAs de sucesso, Sarah J. Maas lançou mais uma série que promete abalar os adeptos do gênero de fantasia. Em Corte de espinhos e rosas a autora traz uma história com a atmosfera mais sombria, adulta e sensual.

Há muitos títulos com a mesma temática, porém só alguns de fato conquistam a nós leitores. Não basta que o autor escreva bem ou desenvolva uma boa história com personagens cativantes, é necessário que essas características caminhem de mãos dadas e que o autor possa trazer novos elementos a cada livro, e ainda, que a narrativa e nem os personagens decaiam e sim o oposto, evoluam.

Nesta história, não temos um simples conto de fadas, há mocinhas e vilões. E, principalmente, as aparências enganam. Há muito tempo, os humanos foram escravizados pelos seres místicos, e a cerca de uma década os humanos se libertaram e vivem pacificamente com as fadas. Mas, essa paz não durará.

Atualmente, os humanos vivem numa pequena fração de terra deixada pelas fadas. As fadas desenvolveram todos os tipos de conflitos existentes dentro e fora de seus domínios, infelizmente muitas vítimas de todas as espécies foram feitas, assim os humanos lutam por sua sobrevivência.

Feyre é uma moça audaciosa e habilidosa, aos 19 anos é responsável pela família e sua sobrevivência, composta pelo pai e duas irmãs, é ela quem os mantém vivos. Antes, o pai era um mercador de poses, mas acabaram perdendo todo seu dinheiro e se viram obrigados a viverem de modo peculiar.

O inverno é a época mais difícil de todas, num determinado dia sem mais nada para comerem, Feyre se arrisca no bosque em busca de alimento. Lá ela encontra um lobo com o tamanho fora do comum e o caça. No entanto, Feyre transgrediu a lei das fadas.

Do nada, uma criatura bestial aparece em sua residência e a leva para seu reino. Uma vez lá, a criatura muda de forma, revelando-se um Fae alto e atraente.

Continue lendo »

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: BERTRAND BRASIL, CORTESIA ISBN: 9788528620641 GÊNERO: FANTASIA, JUVENILPUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 368 SKOOB

Essa resenha é um pouco diferente, deixe-me explicar-lhes o porquê. Quando solicitei o título O Boticário foi devido a sinopse, mas não me aprofundei muito a respeito do que trata a história, o gênero do livro e o público-alvo. Primeiro, quero comentar da minha opinião pessoal, eu realmente evito a leitura de títulos juvenis, seguindo por essa linha o livro é bom, mas fica nisso, por isso no meu Skoob atribui uma classificação mediana. Porém, se eu analisar o livro de outro ponto de vista e pensar no público-alvo, o livro atende a todas as expectativas e recebe classificação máxima, portanto é uma excelente leitura para crianças e pré-adolescentes.

Maile Meloy é uma escritora premiada e conhecida por seus títulos voltados para adultos, mas a autora fez bem ao escrever também para os leitores mais jovens. Em O Boticário, após sua leitura e alguma reflexão, notei que autora dosa bem sua história, ela traz temas sérios e adequa perfeitamente ao público.

A narrativa é ambientada durante a Segunda Guerra Mundial, nossa protagonista tem 14 anos e muda-se de país devido a opinião política dos pais que aderem ao comunismo, contrariando os ideais americanos.

Janie e sua família vivem em Los Angeles, mas como estão sendo investigados, os pais decidem se mudar para Londres, ondem possuem trabalho garantido como roteiristas. Para uma adolescente, essa não é nenhuma notícia feliz, mudar-se de escola e cidade, deixar sua vida e amizades para trás.

Em Londres, a realidade é insuportável, no inverno não há muito o que fazer e a cidade ainda possui muita escassez de produtos e acomodações. No entanto, Janie conhece Benjamin, o filho do boticário. Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 3/5 EDITORA: RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501078889 GÊNERO: ROMANCE, LITERATURA BRASILEIRA PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 208 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501092793
GÊNERO: CHICK-LIT, ROMANCE, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 304
SKOOB

Caindo na real foi uma das primeiras leituras do novo ano e não decepcionou. Nunca havia lido nada da Jen Calonita, apesar de ter ouvido falar sobre sua série “Segredos da minha vida em Hollywood”. Pela sinopse, o livro parecia ser tranquilo e bem descontraído, além da temática abordada, o que me fez solicitar o livro logo de primeira. E foi exatamente isso que encontrei ao iniciar a leitura.

Charlie é uma garota comum que vive na pequena cidade de Cliffside, na região de Long Island, Nova York, quando vê sua vida mudar do dia para a noite ao ser abordada por Susan, uma produtora de TV que lhe oferece a proposta de tornar sua vida um reality show. Junto a ela, estariam suas três melhores amigas: Keiran, Hallie e Brooke. As meninas logo se mostram animadas com a proposta, e decidem aceitar. Assim, poderiam ter seu momento de fama além de poderem, com o salário, bancar a faculdade que as espera. Com os inícios das gravações, tudo parecia o paraíso. Festas, entrevistas, fama e popularidade. No entanto, as garotas não esperavam pelo preço que tudo isso poderia trazer, muito menos saber como lidar com tamanha pressão de tudo isso. Será que o verdadeiro valor da amizade vai persistir?

Caindo na real é um livro que você lê em poucas horas. Um ponto extremamente positivo é justamente sua narrativa fluida, que rende e você acaba se envolvendo na história. Não menos importante, por conter alguns elementos já recorrentes em outros livros do gênero, como o cotidiano do Ensino Médio, os primeiros amores e até mesmo o baile, você logo se reconhece nos personagens, o que gera uma fluidez maior no momento da leitura. Apesar disso, o livro não perde importância, por justamente tratar de questões tão persistentes numa faixa etária que é a qual a autora se destina.

Imagine se não é o sonho de qualquer um se tornar famoso da noite para o dia? Sair em capas de revistas, ser reconhecido em todos os lugares? E o melhor de tudo: ter um programa só para si mesmo, onde você apenas tem que agir normalmente, porque o programa é sobre a sua vida e seu cotidiano. Poderia ser o sonho de Charlie e suas amigas, mas acaba se tornando pior do que ela imaginava. Na minha opinião, Jen conseguiu abordar tais questões de maneira muito bacana, testando os limites da amizade em meio as câmeras. As meninas logo perceberam que a realidade a qual se falava tanto era aquilo que a televisão e a audiência queria, e muitas vezes isso acaba indo contra os seus princípios. Continue lendo »

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

novembro-9-capa-viagens-de-papel

Avaliação: 4,5/5
Editora: Galera Record, Cortesia
ISBN: 9788501076250
Gênero: New Adult, Romance, Jovem Adulto
Publicação: 2016
Páginas: 352
Skoob

Essa já é minha quinta leitura da Colleen Hoover, quanto mais eu leio seus romances, mais fã da autora eu me torno. Dentre todos os títulos até o momento, em termos de cargas emocionais, Novembro 9 foi o mais fraco – ao menos comigo. A história em si segue o esquema trágico, emotivo e romantizado dos demais, a típica receita do bolo que continua rendendo frutos – uma legião de leitores fiéis.

Neste livro, Colleen conta-nos a história de Ben, um aspirante a escritor, e Fallon, uma jovem que passou por um acidente aos 16 anos e deseja retomar a carreira de atriz.

Quando foi vítima de um incêndio na casa do pai, Fallon vê sua vida ir ladeira abaixo, tudo o que tinha se perdeu – sua beleza, vida social e carreira. Presa a uma situação dolorosa, a jovem só toma um novo rumo aos 18 anos, decidida a abandonar a autodepreciação, ela está de partida para Nova York.

No entanto, um dia antes, precisamente no dia 9 de novembro, ela marca um encontro com o pai num restaurante, e lá o pai acaba machucando a filha com palavras muito duras para alguém que já carrega tantas cicatrizes. Um rapaz ouve a discussão e, revoltoso com seu rumo, ele intervém a favor de Fallon, passando-se por seu namorado.

Depois, a coisa toda vira um rolo, os dois passam a última noite dela em Los Angeles juntos. Isso mesmo, ela se aventurou com um perfeito desconhecido, até aqui nada demais, já vimos isso em outros livros do gênero New Adult. Porém, os nossos pombinhos decidem se reencontrar uma vez por ano, no mesmo dia e local, durante cinco encontros, enquanto Ben dedica-se na escrita de seu romance, um livro sobre eles. Continue lendo »