A Companhia Editora Nacional lançou durante a 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo o último volume da Coleção Frase Feita, sendo assim, agora temos seis títulos escritos por Renata Julianelli e ilustrados por Nana Sievers. Cada livro explica de forma bastante criativa e com divertidas ilustrações alguns provérbios bem conhecidos por nós, dessa forma é fácil aprender alguns valores éticos importantíssimos.

O texto é apresentado em forma de poesia, cada página possui um verso que rima com o verso da página ao lado, sempre em caixa alta e com ilustrações atrativas e bem coloridas. Além disso, outro ponto interessante é que o livro foi desenvolvido para não ser apenas lido, mas discutido com as crianças numa roda de conversa informal, para isso no final o texto é mostrado de forma integral  numa única página e trás orientações aos adultos numa outra.

Continue lendo »

domingo, 13 de novembro de 2016

Outubro passou e novembro chegou. Vocês já se deram conta de como o ano está passando rápido? Há menos de sessenta dias pro natal e final do ano. Mas enfim, enquanto as festas não chegam, vamos curtir e rever o que teve de bom no mês de outubro. E já vou avisando, não foi pouca coisa.

Joanne – Lady Gaga

O retorno mais esperado foi sem dúvida de Lady Gaga. Joanne chegou nas lojas no final do mês em grande estilo e já causando recordes de vendas. O álbum tem uma sonoridade diferente das músicas anteriores de Gaga, o que já tinha comprovado com Perfect Illusion. Da tracklist, destaco A-YO, Dancin in Circles e Hey Girl, esta última parceria com a Florence.

Continue lendo »

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

AVALIAÇÃO: 4/5           EDITORA: PARALELA, CORTESIA                             ISBN: 9788584390410 GÊNERO: NEW ADULT PUBLICAÇÃO: 2016     PÁGINAS: 279 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4/5           EDITORA: PARALELA, CORTESIA                             ISBN: 9788584390410 GÊNERO: NEW ADULT, ROMANCE
PUBLICAÇÃO: 2016     PÁGINAS: 279
SKOOB

O erro é o segundo livro da série Amores Improváveis, escrita por Elle Kennedy, e é um new adult que vai contar a história de Grace e Logan. A primeira coisa que tenho a dizer é que a série é de livros independentes, ou seja, cada um fala sobre um casal diferente. Porém, como são casais do mesmo círculo de amigos, inevitavelmente temos pequenos spoilers dos livros anteriores e, na minha opinião, ler na ordem traz um contexto melhor para as histórias.

Neste volume conhecemos Logan, um astro do time de hóquei da escola, que sempre fez sucesso com as meninas e não esconde isso. Ele sempre foi “o pegador” até se apaixonar pela namorada de seu melhor amigo. Logan sabe que está em uma péssima situação, por isso se joga ainda mais nas aventuras com as meninas a fim de esquecer esse amor platônico.

Isso até ele conhecer Grace, uma caloura que mexe com ele mais do que ele percebe. Mas, com medo de se envolver e não querendo usar a menina pra esquecer outra, ele decide dar o fora nela e só percebe que ela poderia ser a chance de ele ter um relacionamento de verdade quando é tarde demais – ou quase. Grace coloca ele pra suar a camisa e fazer por merecer mais um encontro.

O que mais gosto nesses livros de Elle Kennedy é que ela sabe desenvolver o bom e velho clichê. Essa é aquele tipo de leitura “calça jeans”, sabe? Que a gente procura quando quer algo confortável, que a gente já sabe que vai cair bem em qualquer hora e é uma delícia. Logan é o tipo de personagem pegador, mas que está à procura do amor, de um relacionamento de verdade e, nessa sua ânsia, achando que está apaixonado pela namorada do melhor amigo, acaba estragando tudo com Grace. Grace, aliás, é uma personagem que adorei. É inteligente, tagarela, fala o que pensa e é até meio tímida, mas sabe ser engraçada e extrovertida. Gostei tanto dela porque ela não é nem o extremo de garota “excluída que sofre bullying” e nem a “popular”.

Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: SEGUINTE,CORTESIA ISBN: 9788555340178 GÊNERO: JOVEM ADULTO PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 352 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: SEGUINTE,CORTESIA
ISBN: 9788555340178
GÊNERO: JOVEM ADULTO, ROMANCE, FICÇÃO REALISTA
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 352
SKOOB

Escrito pela autora Lara Avery e publicado no Brasil pelo selo Seguinte, O Livro de Memórias nos conta a história de Sammie McCoy, uma garota brilhante que sempre foi muito focada e dedicada. Ela sempre desejou ir embora da pequena cidade em que cresceu, e para isso possui um plano que consiste em ser a melhor aluna da classe para conseguir vaga em uma universidade de Nova Iorque.

Tudo corria muito bem até Sammie descobrir que possui uma rara doença genética que além de prejudicar sua saúde física, vai apagando suas memórias aos poucos. Sendo assim, para não se esquecer de sua história de vida, ela começa a escrever o livro de memórias, que nada mais é do que uma espécie de caderno de anotações onde ela registra seus dias e as suas lembranças mais antigas.

Com esse livro de memórias, ela pretende preencher os possíveis buracos na memória da Sammie do futuro, que é para quem ela escreve o livro, e que ela imagina que será uma mulher brilhante e muito bem sucedida profissionalmente. Só que infelizmente Sammie começa a perceber que esse futuro tão bem planejado pode não acontecer, pois a doença está avançando e isso é uma coisa que ela não pode controlar.

Essa é trama principal da história, acompanhamos o avanço da doença e como ela afeta a vida da nossa protagonista. No início do livro conhecemos uma Sammie extremamente determinada e que não leva muito a sério os sintomas da doença. Apesar de estar ciente sobre sua situação, ela acredita que vai passar por isso sem grandes consequências. Esse otimismo e determinação foram os grandes motivos por eu ter me apegado a ela. Mesmo sabendo que talvez não consiga ter o futuro que sempre sonhou, Sammie permanece forte e não se deixa abalar, diferente de diversos personagens doentes que encontramos em outros livros.

Continue lendo »


o-diario-de-bridget-jones-capa-viagens-de-papel

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: PARALELA, CORTESIA
ISBN: 9788584390380
GÊNERO: CHICK-LIT, ROMANCE
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 288
SKOOB

Com cara nova, a Editora Paralela resolveu relançar o clássico O Diário de Bridget Jones. Comemorando 20 anos de lançamento, o livro de Helen Fielding conta a história de Bridget, que está com 30 anos e ainda se encontra solteira.

O livro tem formato de diário e fala sobre uma mulher que não se acha bonita nem se sente desejada pelos homens. Ela nutre uma paixão platônica pelo seu chefe Daniel Cleaver. Além disso, também é paranoica com a perda de peso e, para completar, possui uma autoestima muito baixa. Resumindo: a história de muitas mulheres na vida real!

Tudo começa quando ela faz a lista de resoluções para o ano novo, com alguns hábitos que quer abandonar e seus objetivos para o ano que vai se iniciar, é nesse contexto que dá inicio ao seu diário. Além de tudo, sua mãe vive pressionando-a para encontrar um namorado e entrar em um relacionamento sério.

O Natal é sempre confraternizado com a família e amigos e na ocasião ela conhece o advogado Mark Darcy. Após esse episódio, seu chefe Daniel Cleaver começa a trocar e-mails com ela e deixa claro seu interesse, até que em certo ponto ela cede ao jogo de Daniel, mas nem tudo são flores. Quando uma reviravolta acontece e ela pede demissão do seu atual emprego.

Sua mãe que agora resolveu se rebelar com seu pai, começa a trabalhar em uma emissora de televisão e acaba conseguindo um novo emprego para ela. Como os pais dela estão praticamente se separando, a mãe de Bridget inicia um caso extraconjugal com Júlio.

Com tantos problemas na sua vida ela acha que nunca irá conseguir realizar nada e sempre vê que os outros em sua volta estão mais felizes que ela, apenas os amigos que servem de consolo e conseguem anima-la.

Continue lendo »


machado-de-assis-do-folhetim-ao-livro-capa-viagens-de-papel

Avaliação: 5/5 Editora: nVersos, Cortesia ISBN: 9788584440030 Gênero: Não Ficção, Crítica Literária Publicação: 2015 Páginas: 288 Skoob

O livro Machado de Assis – do folhetim ao livro é resultado da pesquisa de doutorado de Ana Claudia Suriani, realizada entre 2003 e 2007. Para quem não sabe, a autora é professora de Literatura Brasileira e Língua Portuguesa, na University College London. É doutora em Letras Modernas e mestre em Literatura Europeia pela Universidade de Oxford e mestre em Teoria e História Literárias pela UNICAMP. Tem pesquisas na área de literatura, trabalhando com Machado de Assis, como é o caso deste livro, mas também sobre Artur Azevedo, Joseph Conrad e sobre a relação entre literatura, moda e imprensa.

Nessa pesquisa, a autora procurou perceber em que medida há mudanças no trato do livro “Quincas Borba”, de Machado de Assis. “Quincas Borba“, um dos mais conhecidos personagens machadianos, apresentado pela primeira vez em “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, ganha nesse livro uma participação mais especial, e junto dele, o “Humanitismo” – uma sátira às teorias evolucionistas em voga de sua época. O romance tem como ponto de partida quando “Quincas Borba“, que prestes a morrer, nomeia como único herdeiro Rubião, um humilde professor interiorano. De posse da fortuna, ele parte para o Rio de Janeiro em busca de status, sem, no entanto, estar preparado para enfrentar os meandros da política, o poder da sedução e a traição, misérias da condição humana de que Quincas falava.

Para elaboração de sua análise, a autora se utilizou das edições críticas do livro, considerado por ela um dos romances mais importantes do autor, cuja produção criativa e publicação são as mais problemáticas dentro do contexto ao qual Machado estava inserido. “Quincas Borba” foi originalmente publicado entre 1886 e 1891 na revista A estação, um periódico de moda e entretenimento. Depois, saiu em formato de livro pela editora B. L. Garnier em 1891.

Continue lendo »

terça-feira, 8 de novembro de 2016

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: GLOBO LIVROS, CORTESIA GÊNERO: CRÔNICAS ISBN: 9788525062826 PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 176 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: GLOBO LIVROS, CORTESIA GÊNERO: CRÔNICAS, NÃO FICÇÃO, LITERATURA BRASILEIRA ISBN: 9788525062826 PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 176
SKOOB

Mas você vai sozinha? narra algumas das aventuras de Gaia Passarelli pelo mundo, muitas delas sozinha na estrada, e algumas com experiências nem tão agradáveis assim como podemos esperar de uma viagem. Esse é o livro ideal pra quem sonha e ama viajar, que adora ler e ouvir as experiências de outros viajantes e além disso aproveitar as várias dicas de viagem.

Solicitei esse livro pois, obviamente, sou uma entusiasta de viagens. Amo viajar, conhecer lugares, comidas e gente nova, e boa parte do meu tempo eu passo pesquisando e planejando novas viagens – sejam destinos nacionais ou internacionais. Por isso, não deixei passar a chance de poder ler mais um pouquinho sobre isso.

Por si só, esse assunto de viagens já teria bastado pra me conquistar, mas quando Gaia ainda coloca um olhar feminista sobre isso ela me teve por completo. Viajar sozinho já é uma coisa que deixa muita gente com o pé atrás, afinal não são poucas as coisas que podem dar errado, e se onde moramos já é perigoso andarmos sozinhos por determinadas áreas, imagina em lugares que não conhecemos e muitas vezes nem falamos a língua nativa. Mas, mais o que isso, há um perigo ainda maior pra uma mulher que viaja sozinha. E, por isso mesmo, há um certo preconceito e medo a respeito de mulheres que viajam sozinhas. Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: FANTÁSTICA, CORTESIA GÊNERO: FANTASIA ISBN: 9788568263440 PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 400 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: FANTÁSTICA ROCCO, CORTESIA
GÊNERO: CONTOS, FANTASIA
ISBN: 9788568263440 PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 400
SKOOB

Histórias selecionadas por Neil Gaiman

Criaturas estranhas é uma reunião de dezesseis contos dos mais diversos autores – dos quais vale a pena mencionar que só conhecia Neil Gaiman, de tanto ouvir falar de suas obras -, que tem como ponto em comum o universo fantástico idealizado por cada um deles e o fato de se tratar de criaturas estranhas, sejam boas ou más. Não vou falar sobre cada conto, afinal são muitos e tomaria muito tempo de vocês pra ler a resenha, então vou falar sobre os aspectos gerais e o que me chamou a atenção no livro como um todo.

Primeiro, devo mencionar que eu amo esse tipo de livro pela oportunidade de conhecer a escrita de novos autores, ainda mais considerando se tratar de meu gênero favorito que é a fantasia. Por isso, tenho a satisfação de dizer que nenhum deles me decepcionou com relação à escrita. Houveram sim alguns contos em que a narrativa era mais densa, e por isso, um pouco mais lenta, mas em todos eles, de uma maneira ou de outra, os autores conseguiram me envolver na história, seja pela escrita, pela história em si, ou pelo universo criado.

É interessante acompanhar aqui como cada autor utilizou de um recurso próprio para discorrer sobre o tema, criando as mais diferentes histórias, cada uma com um ponto peculiar que chama a atenção.Uns são mais complexos e trabalhados, outros mais simples, advindos do cotidiano, mas cada um tem algo que os torna especial. Alguns se destacaram mais do que outros, mas acredito que isso é por questão de gosto e identificação com o modo como a fantasia foi abordada em cada conto. Eu, por exemplo, amei “O mal também se levanta”, que me lembrou uma versão mais sombria de “A bela e a fera”. Outro conto que adorei, pelo simples fato de fazer da Morte um personagem (amo livros/histórias que tratam dela), é “Venha, Dona Morte”Continue lendo »

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: ARQUEIRO, CORTESIA GÊNERO: ROMANCE DE ÉPOCA, ROMANCE ISBN: 9788580415469 PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 288 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4/5           EDITORA: FÁBRICA 231, CORTESIA                       GÊNERO: ROMANCE, DRAMA, FICÇÃO FRANCESAISBN: 9788568432747 PUBLICAÇÃO: 2016     PÁGINAS: 288                     SKOOB

Eu estou aqui é um romance da autora francesa Clélie Avit, lançado pela Editora Rocco, que me fascinou desde o primeiro instante, primeiro por seu enredo fora do comum, e segundo por ser um romance francês, quando estou tão acostumada com livros americanos ou britânicos. O livro narra a história de Elsa, uma montanhista que sofre um grave acidente e se encontra em coma há 5 meses, sem esperança de grandes melhoras. Apesar de, tecnicamente, ela não estar consciente e não sentir nada, ela pode ouvir tudo a sua volta e pensar por si mesma. Então, quando Thibault entra por engano em seu quarto, ela é capaz de ouvir e se conectar com ele. Thibault, por sua vez, está sofrendo por não conseguir perdoar o irmão, que, bêbado, causou um acidente matando duas pessoas e se encontra agora no hospital. É em uma de suas visitas a ele que Thibault conhece Elsa, entrando por engano em seu quarto.

A partir de então Thibault estabelece uma rotina, passando sempre pra visitar Elsa, buscando o conforto que sua presença, mesmo que inconsciente, lhe dá. Um conforto que não havia encontrado em nenhum outro lugar e que o faz se sentir conectado a ela. Aos poucos os dois vão criando uma conexão improvável, a ponto de a vida de Elsa depender unicamente de um homem que ela nunca viu, ou conheceu de verdade. Continue lendo »

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

AVALIAÇÃO: s/5 EDITORA: ROCCO ISBN: 9788532530400 Gênero: Romance, Romance histórico, Ficção brasileira, LGBT PÁGINAS: 574 ANO: 2016 SKOOB

AVALIAÇÃO: s/5
EDITORA: ROCCO, Cortesia
ISBN: 9788532530400
Gênero: Romance, Romance histórico, Ficção brasileira
Publicação: 2016
PÁGINAS: 574
SKOOB

Homens Elegantes é um livro publicado recentemente pela Editora Rocco. Para quem gosta de história, assim como eu, é um prato cheio. Samir, o autor, nos leva direto para 1760 e lá acompanhamos o tenente Érico Borges que, vindo de Lisboa, desembarca em Londres com uma missão secreta: investigar, a mando de um poderoso conde de Portugal, as intenções por trás de um certo romance obsceno inglês que vem sendo contrabandeado em grandes quantidades para o Brasil.

Criado na colônia, Érico pode ser um provinciano, mas de bobo não tem nada. Leitor perspicaz, hábil espadachim e orgulhoso de seus dotes de espião, trata logo de se misturar à avançada sociedade londrina, disfarçado de barão de Lavos. Não demora para que Érico se envolva em uma rede de aliados e inimigos.

Quando o livro chegou, não tinha real dimensão do tamanho dele. É realmente um calhamaço. Mas assim que comecei a leitura, fui envolvido pela atmosfera criada pelo autor e foi difícil não largar a história. É muito engraçado, como faço curso de História, ver de maneira tão fluida tudo aquilo que estudei na faculdade. Há livros acadêmicos que tratam da temática trazida por Samir no romance. O comércio de livros, que se tornou tão próspero no período, é pano de fundo para a história. De um lado, os livros considerados corretos,  do outro o comércio ilegal, de obras obscenas e que iam contra a moral e os bons costumes.

Continue lendo »