segunda-feira, 11 de julho de 2016

Avaliação: 5/5 Editora: Companhia das Letras, Cortesia ISBN: 9788535900804 Publicação: 2010 Páginas: 246 Skoob

Avaliação: 5/5
Editora: Companhia das Letras, Cortesia
ISBN: 9788535900804
Gênero: Ficção Africana Publicação: 2010
Páginas: 246
Skoob

Sempre tive curiosidade e vontade de ler algo do Coetzee, ganhador do Prêmio Nobel, e decidi começar por Desonra, considerado sua obra prima. Assim que bati o olho no livro, pensei que fosse uma leitura arrastada, apesar de ter poucas páginas. Não podia estar mais enganada. Para mim, a leitura foi impactante e envolvente, tanto que terminei o livro em uns três dias. A leitura foi bastante marcante e não se encerrou assim que terminei de ler a última página. Foi bastante significativa e me fez refletir sobre vários aspectos.

Desonra conta a história do professor universitário David Lurie. Ele foi casado duas vezes e teve uma filha, mas atualmente mora sozinho e não tem muitas relações. Um dia, envolve-se com uma de suas alunas, uma paixão inconsequente que acaba resultando em um processo com acusações de abuso. Isso faz com que ele seja demitido e caia em desgraça, tendo sua vida alterada por um episódio que a princípio não levaria a nada, além de um caso arrebatador.

Depois que se vê desempregado, ele resolve passar um tempo na fazenda da filha Lucy. Lá, duas realidades se encontram. Ele leva um choque ao se deparar com a África do Sul pós-apartheid, em que as relações de disputa são marcadas pela violência e rivalidade constantes. O clima é hostil e para sobreviver naquele ambiente é preciso abdicar de muitas coisas e também de muitos princípios.

No tempo que passa com a filha, ele percebe que ali as preocupações do dia a dia são outras e que Lucy enfrenta tudo sozinha, tendo que se provar o tempo todo e renunciar a muitas coisas para se manter na fazenda. Juntos, pai e filha passam por situações degradantes, que revelam ainda mais a hostilidade do local. Lurie se vê impotente diante dos episódios vividos e percebe que ali todo o seu conhecimento, intelectualidade e pensamento crítico, de nada adiantam.

Continue lendo »

terça-feira, 5 de julho de 2016

AVALIAÇÃO: /5 EDITORA: RECORD, CORTESIA ISBN: 9788528620511 GÊNERO: ROMANCE PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 476 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: BERTRAND BRASIL, CORTESIA
ISBN: 9788528620511
GÊNERO: ROMANCE
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 476
SKOOB

Quando escolhi A Casa da Praia para ser a minha próxima leitura, confesso que o título me deu uma impressão um pouco diferente do que o livro realmente seria. Então, quando li a sinopse, li sem muitas expectativas e, como aconteceu com outros livros da Nora Roberts, me surpreendi bastante.

O advogado criminalista Eli Landon vive uma vida repleta de conforto e prestígio, muito por causa de seu sobrenome. Ele é parte de uma família bastante tradicional na região e não imaginava o que estava por vir. O jovem foi acusado de assassinar sua ex-mulher, mas acabou sendo solto por falta de provas. Ainda assim, sua vida sofreu um enorme impacto, levando-o a entrar em depressão.

Um ano depois, sua avó sofre um acidente e precisa ficar internada. Ela então pediu para que o neto ficasse em sua casa, a Bluff House, até que pudesse retornar. Eli saiu de Boston, onde morava, e rumou para Whiskey Beach em busca de um local tranquilo e que o ajudasse a esquecer os problemas que enfrentou. Lá ele conhece Abra Walsh, uma jovem mulher que auxiliava sua avó nos serviços domésticos.

Abra é inquieta e cheia de energia. Além de limpar a Bluff House, ela também dava aulas de yoga e trabalhava com diversas coisas ao mesmo tempo. Se estava afim de fazer, ela ia lá e fazia. A jovem tinha muito carinho pala avó de Eli e, por isso, sentia-se na obrigação de garantir que o neto estivesse confortável e saudável. Ele não costuma comer muito e não faz muita coisa além de ficar o dia inteiro escrevendo seu livro. Ela acredita na inocência de Eli, mas precisa descobrir o que aconteceu e assim os dois acabam se envolvendo.

Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501107268 GÊNERO: REPORTAGEM PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 350 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501107268
GÊNERO: REPORTAGEM
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 350
SKOOB

Em meio a essa onda de estupro que estão sendo denunciados no Brasil e no mundo, o livro-reportagem “A Clínica“, escrito pelo jornalista Vicente Vilardaga, com mais de 25 anos de experiência na área, nos reforça a ideia de que muitas vezes, como verdadeiros criminosos passam despercebidos pela sociedade.

Roger Abdelmassih era um médico brasileiro, mundialmente conhecido por sua especialização em fertilização in vitro. Pessoas, de diversos lugares no país, iam até a sua clínica buscando o milagre da vida, um filho. Até que no ano de 2010, o famoso médico, ganhou as páginas dos jornais e estampou noticiários ao ser condenado em 2010 a 278 anos de prisão por 56 estupros contra pacientes. Roger ficou foragido da polícia três anos após a condenação, sendo preso em agosto de 2014, no Paraguai.

Vicente Vilardaga, traz em sua brilhante reportagem, os detalhes da vida de Abdelmassih. Desde sua arrogância e prepotência em ser o melhor em tudo na infância, ao seu sucesso em reprodução humana e o contato com grandes celebridades, como Hebe Camargo, Tom Cavalcanti, Pelé e Gugu Liberato, até os abusos sexuais denunciados por suas pacientes que eram dopadas e de forma inconsciente, violadas.

A cada página o suspense só aumenta. Você fica apreensivo com a descrição, os relatos das vítimas, a faixada tão bem constituída de um médico que anunciava aos quatro cantos que herdará um dom divino. Um homem que sedava mulheres e se aproveitada de sua instabilidade emocional para fazer o que quisesse em um sala fechada. É nojento, asqueroso e inacreditável o quanto situações como essa podem ser mais comum do que imaginamos.

Vilardaga também traça fatos importantes, já que muitas das acusações realizadas pelas vítimas foram inicialmente acobertadas pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, local onde o grande médico era super respeitado. O que só nos remete ao fato de que foi preciso dezenas de vítimas se manifestarem para que Roger fosse, finalmente, investigado.

Continue lendo »


Avaliação: 4/5 Editora: Bertrand Brasil, Cortesia ISBN: 9788528620269 Gênero: Contos Publicação: 2016 Páginas: 320 Skoob

Avaliação: 4/5
Editora: Bertrand Brasil, Cortesia
ISBN: 9788528620269
Gênero: Contos, Crônicas
Publicação: 2016
Páginas: 320
Skoob

Nova York é um dos lugares que eu mais quero conhecer no mundo inteiro. Sempre sonho com o dia em que visitarei esse lugar. Quando eu imagino a cidade, penso em todas as possibilidades culturais e toda a diversidade que ela proporciona. Dificilmente penso no outro lado da moeda e por isso o livro Histórias de duas cidades – o melhor e o pior da Nova York de hoje me fez refletir muito.

Organizado por John Freeman, professor da Universidade de Columbia e ex-editor da revista literária Granta, com publicações em vários jornais dos EUA, o livro traz textos de mais de 25 autores, que apresentam diversas visões sobre Nova York. Em seu texto de apresentação, Freeman fala sobre como surgiu a ideia do livro e de sua própria experiência. Ele mora em Manhattan e vivia uma vida confortável, enquanto seu irmão mais novo vivia do outro lado da cidade, em um abrigo para sem-tetos.

Apesar do lado glamouroso de Nova York estar sempre em destaque, a desigualdade divide a cidade. Freeman aponta que quase metade da população vive à margem da pobreza. Como uma forma de mostrar a realidade do local, o autor convidou outros autores para falar sobre isso. Assim, o livro traz textos sobre os mais variados assuntos, inclusive um relato emocionante de seu irmão, Tim Freeman, sobre a época em que era sem-teto.

Logo no primeiro conto, o autor Garnette Cadogan conta como suas andanças pelas ruas de Nova York revelaram os polos opostos da cidade. Quando ia do Upper East Side, o bairro nobre da cidade, com moradores muito ricos, até o South Bronx, ele percebia como a desigualdade saltava aos olhos, revelando oportunidades para alguns e pobreza para outros. Outros textos do livro falam sobre como é ser barman em Nova York, sobre sentenças judiciais a respeito de disputas imobiliárias, um apanhado de manchetes que revelava o destino dos moradores da cidade em 1912, sobre a pressão que as crianças sofrem desde cedo nas escolas, um retrato dos imigrantes na cidade, entre tantos outros.

Continue lendo »


O voo da bailarina

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: BESTSELLER, CORTESIA
ISBN: 9788576849797
GÊNERO: BIOGRAFIA, MEMÓRIA
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 272
SKOOB

Lançado este ano pela editora BestSeller, o livro “O Voo da Bailarina” traz a autobiografia de Michaela DePrince. Neste livro, ela nos mostra de como saiu da guerra em Serra Leoa e virou uma estrela.

Mabinty Bangura nasceu em Serra Leoa no ano de 1995, nasceu com uma doença chamada vitiligo – uma doença que causa manchas em sua pele. Seu pai, mesmo com todas as dificuldades vividas, decidiu que ela precisava estudar e mostrar seu potencial. Até que seus pais morrem devido à guerra e ela vai morar com seu tio, que batia na esposa e filhos – o único que não apanhava era o menino.

Quando chega ao orfanato, ela é recebida por Papa Andrew e logo passa a ser conhecida como número 27. É nesse orfanato que ela conhece outra Mabinty, que vai se tornar muito mais do que sua melhor amiga.  Durante o tempo que passou no orfanato, Mabinty viu muitas coisas, porém lá ela encontra a capa de uma revista como uma bailarina.

A vida de Mabinty muda novamente quando as crianças do orfanato receberam os livros chamados Livro da Família com suas novas famílias, americanos que iriam adotá-las. Mas Mabinty foi a única criança do orfanato que não recebeu. Quando todas as crianças vão para Gana para poder embarcar rumo aos Estados Unidos, Mabinty recebe a notícia que uma família iria levá-la para casa…e a família dela é a mesma que de sua melhor.

Elaine DePrince é a nova mãe de Mabinty, que além de adotar as duas meninas, adotou outras crianças e também teve filhos biológicos. No novo país, elas adotam um novo nome. Mabinty se torna Michaela e a sua amiga Mabinty se torna Mia. A mãe de Michaela soube que ela queria fazer balé e tornou o sonho da menina possível.

Continue lendo »

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Avaliação: 5/5 Editora: Galera Record, Cortesia ISBN: 9788501107510 Publicação: 2016 Páginas: 144 Skoob

Avaliação: 5/5
Editora: Galera Record, Cortesia
ISBN: 9788501107510
Gênero: Guia, Jovem Adulto Publicação: 2016
Páginas: 144
Skoob

Assim que esse livro foi lançado, já fiquei louca para conferir! Só o nome – Vamos juntas? O guia da sororidade para todas já me deixou animada. Depois de devorá-lo em dois dias (só não foi menos porque eu tinha outras coisas pra fazer), posso dizer que não decepcionou e que estou encantada pelo projeto. Se você é mulher, não pode deixar de conferir!

O livro surgiu do projeto Vamos juntas?, criado pela jornalista Babi Souza. Um dia, ela percebeu que o medo que a maioria das mulheres sente ao andar sozinha nas ruas, principalmente à noite e em lugares mais desertos, podia ser amenizado se as mulheres se unissem e procurassem ir juntas para a mesma direção. A ideia surgiu quando ela estava saindo do trabalho e indo para casa à noite. Ela percebeu que todas as mulheres do ônibus saíram apressadas, com medo, e seguiram para o mesmo destino. Se fossem todas juntas, com certeza iriam mais tranquilas. Assim que chegou em casa, já colocou o projeto em prática!

Babi criou uma fanpage no Facebook incentivando as mulheres a se unirem, como uma forma de evitar ataques e assédios. A página foi criada em julho de 2015 e em 24 horas já tinha 5 mil curtidas. Em dois meses e meio, a página alcançou a marca de 230 mil curtidas. Atualmente, conta com mais de 360 mil seguidores. Com a mobilização, diversas mulheres começaram a contar suas próprias histórias e falar como a página mudou, de certa forma, suas vidas.

“Eu estava no ônibus, e uma menina se sentou num assento paralelo ao meu. Logo depois, um homem sentou ao lado e começou a encostar o braço nela, abria as pernas e se curvava para olhar as dela. Não aguentei e falei bem alto para a menina: “Tudo bem? Se estiver com algum problema, pode dizer, venha, sente aqui”. Ela veio se sentar comigo, e ele, não satisfeito, quis discutir. Chamei a atenção de todo o ônibus pra que ele soubesse que ninguém teria medo. Enfim, ela me agradeceu, e eu agradeço ao ‘Vamos juntas?’ que me fez entender o significado disso tudo!” – Gabriela Araújo Santos, São Paulo, SP

Continue lendo »


De Volta

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: GALERA RECORD
ISBN: 9788501073242
GÊNERO: DISTOPIA, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 304
SKOOB

De Volta é terceiro e último volume da Trilogia The 100. Escrito pela autora Kass Morgan e publicado no Brasil pela editora Galera Record, o livro finaliza a história dos cem jovens delinquentes que acabaram sendo escolhidos para serem os primeiros humanos a pisar no planeta Terra, após a catástrofe que dizimou grande parte da raça humana e obrigou os sobreviventes a procurarem abrigo no espaço.

Desde que chegaram na Terra, os cem passaram por muitas dificuldades e descobriram que eles não são os únicos habitantes do planeta. Existem outros humanos na terra, pessoas que nunca foram embora, e apesar de grande parte desses terráqueos serem amigáveis e terem aceitado os cem de braços abertos, existe um grupo que não aceitou muito bem os novos habitantes, e resolveu declarar guerra aos que invadiram seu território.

Essa situação que já era complicada se agrava ainda mais quando os outros sobreviventes que estavam morando no espaço, chegam na Terra em busca de abrigo, já que a nave não pode mais oferecer oxigênio. Dentre esses recém-chegados está o vice-chanceler Rhodes, que assim que pisa na terra, começa a exercer sua liderança inescrupulosa e logo parte em busca de Bellamy, que foi acusado de atentar contra a vida do Chanceler Jaha momentos antes de entrar na nave dos cem.

Em meio a toda essa tensão, Clarke, Wells, Bellamy e Glass, se encontram em difíceis posições, tendo que salvar a si mesmos e aqueles que amam das várias ameaças que os cercam. Clarke que agora finalmente está com Bellamy, faz de tudo para salvar seu amado, mas sua atenção está dividida entre salvar ele, e encontrar seus pais, que agora ela tem certeza de que estão vivos. Enquanto isso, Wells, que acabou de descobrir que Bellamy é seu irmão, começa a lidar com a culpa dos erros que cometeu, e toma decisões difíceis para ajudar a salvar seus amigos.

Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501099372GÊNERO: FANTASIA, JOVEM ADULTO PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 368 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501099372 GÊNERO: FANTASIA, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 368
SKOOB

Já faz alguns anos que li a série Fallen e me apaixonado. Lauren Kate soubera criar uma trama irresistível e sensível com um final surpreendente e reviravoltas que deixara qualquer leitor surpreso. Desde então, começou a escrever outra série, dois livros de contos até que decidiu retornar ao mundo de Fallen e contar a história de Cam, vilão da história. Realmente não sabia o que esperar do livro e foi assim que iniciei a leitura e me surpreendendo mais uma vez.

Cam é um anjo caído que sabe o que é tormento. Ele viveu mais no Inferno que qualquer anjo jamais deveria. Seu mais recente martírio chama-se Ensino Médio. E ele tem consciência da ironia disso tudo. Mas após a escolha de Luce e Daniel, Cam não pode deixar de sentir que chegou a hora de também se render à única coisa que o leva mais alto que as próprias asas: o amor. Assim sendo, o anjo sela um pacto com o diabo para tentar libertar de suas garras a única pessoa pelo qual já amou: a mortal Lilith. A garota habita um purgatório particular em sua existência nos círculos do Inferno. Cada um escolhido e arquitetado com esmero pelo demônio. Tudo por causa de Cam e de seus pecados. No mais recente, ela é aluna da Escola Preparatória Trumbull. Nenhum amigo, nenhuma esperança. Todavia, se em quinze dias Cam reconquistar Lilith, ela será libertada. E ambos poderão viver o amor que um dia o anjo renegou. Caso ele fracasse, há um lugar de destaque aguardando-o além da Muralha das Trevas.

Eu sinceramente não sei se eu estava com saudades de ler livros que se passem no Ensino Médio ou se realmente o livro fluiu mesmo comigo, mas ler O livro de Cam foi uma surpresa mais que esperada. Por fazer um bom tempo que havia lido a série, demorei um pouco para me situar em relação aos personagens, mas depois foi só correr para o abraço. As páginas voaram e me vi envolvido pela escrita e pelo mundo proposto pela autora.

Continue lendo »


Série Fallen

Série Fallen, de Lauren Kate

A série Fallen, de autoria da estadunidense Lauren Kate, tem início com a chegada de Lucinda ao internato para adolescentes problemáticos em Savannah, na Geórgia, Sword & Cross. Lucinda acabara de perder o namorado em um incêndio misterioso e acredita que estar ali seja uma saída para todos seus problemas. Em um lugar onde celulares são proibidos e câmeras de segurança vigiam cada canto, Luce acaba conhecendo Daniel Grigori, um garoto misterioso pelo qual sente uma profunda atração, como se o conhecesse de algum lugar. No entanto, o rapaz não está nem aí para ela e não se inibe em deixar isso bem claro. Luce sabe que o garoto esconde algo de seu passado, e acaba que não medirá esforços para descobrir. Nem que seja uma verdade que pode matá-la.

Como é a crítica de uma série, aviso de antemão que ocorrerão alguns spoilers, pois fica difícil não dizer o que irá acontecer para entender a opinião de cada um dos livros. O primeiro é Fallen e o universo é apresentado ao leitor. Quando li o livro, tinha recém saído aqui no Brasil e estava bem naquela época de emergência do gênero de anjos e outras criaturas sobrenaturais. O livro me encantou na medida do possível, apresentando uma mitologia interessante e um romance tradicional que já havia lido em alguns outros casos.

Continue lendo »

Comentários Fechados     Resenhas

Junho, mês dos namorados chegou e enfim passou metade do ano. Ao contrário de maio, nesse mês não houve tantos lançamentos. Apesar disso, tivemos algumas surpresas, sejam elas boas ou não. Agora é julho, mês de férias e época de colocar as leituras em dia. A propósito, o que pretendem ler nas férias? Enquanto vão pensando, vem curtir o que teve de bom nesse mês que passou!

Nick Jonas – Bacon

Nick Jonas lançou seu segundo álbum de estúdio na véspera do dia dos namorados. Com o nome de Last Year Was Complicated, tinha como carro chefe a música Close, parceria do cantor com Tove Lo. Do álbum, destaco algumas músicas, como Bacon (melhor música, sim ou com certeza?), The Difference, Under You e Voodoo.

Continue lendo »